sexta-feira, 8 de junho de 2012

O Lirio Negro de Elizabeth Boyle

Diversos
Inglaterra, 1814
Confissões de um vestido preto...
Thalia Langley o avistou em meio às sombras e, no mesmo instante, soube que o homem à sua frente não era um santo piedoso. Ele podia alegar ser o primo do interior do duque de Hollindrake, mas um homem com aquela beleza, aquele porte e aquele charme enigmático só podia ser bem mais do que dizia ser. Sua graça felina e seu magnetismo faziam Tally tremer só de imaginar as coisas que ele seria capaz de fazer... com ela... e os segredos que ele poderia desvendar. De fato, lorde Larken não é um vigário tímido e atrapalhado, e sim um espião a serviço do rei, incumbido de encontrar... e matar... um notório criminoso que fugiu da cadeia. E ele não irá permitir que nada, nem ninguém, interfira em seus planos, nem mesmo uma mulher linda e inocente... bem, talvez não tão inocente. Larken não pode se deixar levar pela tentação, mesmo quando vê Tally naquele vestido preto esplendoroso, um vestido que revela muito mais do que deveria, a ponto de enlouquecer um homem e fazer derreter seu coração...

  Diversos

Sem comentários:

Enviar um comentário