quarta-feira, 27 de junho de 2012

Destino Cruel de Flora Kidd

 
 Diversos
"Eu odeio você, Kathryn", Cesare sussurrou com a boca encostada à dela.

"Eu a odeio porque, desde que me abandonou você tem atormentado meus sonhos com sua pele macia, seus cabelos sedosos, seus olhos desafiadores.
Mas agora vou realizar esses sonhos...
" Ele a beijou novamente e a febre que queimava o corpo de Kathryn aumentou ainda mais.
Então, ela se entregou, deixando que os sentidos a levassem para onde não havia ódio, dor ou remorsos, só um êxtase selvagem e glorioso, o ápice da paixão.
Sim, ela ainda amava Cesare.
Mas, quando aquela noite de amor terminasse, ele ia mandá-la embora da Itália e de sua vida...

 Diversos

Sem comentários:

Enviar um comentário