quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

A Espada de Avalon de Marion Zimmer Bradley

Livros

Diversos
Com poucos meses de vida, Mikantor é salvo da morte pela Senhora de Avalon. Galid tomou o poder e não descansará enquanto não remover do seu caminho todos os obstáculos. Mas, escondido e protegido do inimigo, Mikantor cresce e aprende, apenas parcialmente ciente do grande destino que o espera, numa história em constante mudança, onde os deuses acompanham de perto a evolução e as dificuldades do jovem, da Senhora de Avalon e de todos os que cruzam os seus caminhos e planos.
A leitura de Marion Zimmer Bradley nunca deixa de ser agradável. A complexidade de teias que se cruzam no seu mundo, entre humanos e entidades divinas, e a magia que sempre percorre as várias situações de história nunca perdem a envolvência e o fascínio. Neste livro, o tempo é bem anterior a As Brumas de Avalon e o enredo decorre em plena Idade do Bronze. Os paralelismos com as histórias cronologicamente posteriores, contudo, são claros e muito bem conseguidos. Afinal, é aqui que nasce a mítica Excalibur, e também aqui se encontram, consumados em Mikantor, muitos dos rituais e profecias que mais tarde se aplicaram a Arthur Pendragon.

Sem comentários:

Enviar um comentário